Terça-feira, 31 de Julho de 2007
Faltam-me as palavras!

Não sei o que se passa, mas faltam-me as palavras.

Quero vir aqui e escrever algo, olho para o teclado e nada, nada sai.

Ando um pouco perdido,desorientado,sem conseguir olhar com clareza para o futuro, nem que seja o futuro mais próximo. A minha cabeça está confusa, cheia de pensamentos e o meu coração com sentimentos muito baralhados e não consigo separá-los o que me está a impedir de andar e acabo por ficar parado a pensar sempre e muito.

Deve ser normal, acredito que sim mas não esperava com esta confusão na cabeça, tudo ao mesmo tempo, sentimentos de liberdade,felicidade,tristeza pura,compaixão,medo,preocupação , não consigo neste exacto momento dar um rumo, uma orientação á minha vida, estou estagnado.

Espero que seja por pouco tempo, pois não é agradável viver assim, tenho de mudar, a minha vida tem de conhecer outra rotina, tudo ou quase tudo tem de mudar, senão parece que está tudo igual, e na realidade nada está e será igual.

Acho que vou parar de escrever, isto está a ficar confuso para mim quanto mais para quem o lê.

Colocar as ideias no lugar, para depois poder começar a escrever sobre a minha nova vida.

 

Eu estou: Confuso,perdido e triste.
publicado por carlos às 20:00
link do post | Diz algo | favorito
|
22 comentários:
De Estupefacta a 31 de Julho de 2007 às 21:51
Olá RCarlos
Há momentos na vida que pensamos em olhar para trás... Precisamos de um auxílio para podermos continuar. Não olhes para trás, amigo. Não carregues um outro fardo que não teu.
Podes estar a passar por um turbilhão de sentimentos, de emoções, um misto de tristeza e de alegria, mas a altura mais escura da noite é a que antecede o nascer do Sol, é também a mais fria... mas logo o calor chega.
Um grande beijinho e, acredita, tudo vai mudar e mudar para melhor. (vou amanhã de férias, mas sabes como contactar-me).
De carlos a 31 de Julho de 2007 às 22:38
Olá! Como tu consegues entender as minhas palavras,descreveste com precisão o que se está a passar,sem to ter dito. ès mesmo especial.
Sim sei como contactar-te e tu também se quiseres e precisares de algo.Boas férias diverte-te e descansa,faz uma boa viagem e dá um beijinho á Maria por mim.
Beijinhos
De Diogo Pereira a 1 de Agosto de 2007 às 03:00
Dança, faz exercício, vai correr para a praia, desinibe-te, dá-te a conhecer... RESPIRA!!

Faz tudo o que possas para deitar cá para fora os teus sentimentos.

Pinta, toca, escreve (este pelos vistos não funciona!).

Faz todas as actividades, mesmo que loucas para deitares tudo para o universo. Quando ficares vazio, começa-te a encher aos poucos sempre com as ideias muito claras do que queres.

Desculpa o tratar-te por tu, para mim o "você" é frio e sem sentimento.

As melhoras.. :)
De carlos a 1 de Agosto de 2007 às 13:18
Olá Diogo Pereira! Obrigado pela visita e pelo comentário,as tuas palavras foram certeiras,incentivadoras e fizeram-me pensar, é mesmo isso que preciso,deitar tudo cá para fora e recomeçar a partir daí. Podes e deves tratar-me por tu, também prefiro. Mais uma vez muito obrigado.
Abraço
De Jorge a 1 de Agosto de 2007 às 07:21
Olá Miúdo

Bem...falando apenas de acordo com a minha experiência e considerando o facto de que somos tão parecidos, ou pelo menos temos uma história de vida tão identica, penso que esse misto de sentimentos na tua cabeça é absolutamente normal.

Por isso e reportando-me ao mail que te enviei ontem, vai vivendo calmamente cada dia, vai redescobrindo a cada momento o novo Carlos e estando sempre atento aos ditos sinais...

E garanto-te que mais dia menos dia, essa confusão tremenda se começa a dissipar e sais desse estado de torpor em que te encontras, e se algo eu poder fazer para te ajudar, pela minha experiencia, sabes que estou por perto...

Um GRANDE abraço e uma Beijoca
De carlos a 1 de Agosto de 2007 às 13:24
Olá Jorge, sim sei que estás por perto, sei e sinto.Tens sido um bom apoio,com as tuas palavras e experiencia vivida. O tempo,esse será a minha cura e o apoio das pessoas também.
Obrigado,beijo e abraço.
De Lua de Sol a 1 de Agosto de 2007 às 10:19
Realmente, já me tinha perguntado a mim própria por Ti... Pensado, que faz, que pensa, que vive, que nada escreve, depois de aparentemente ter resolvido o seu maior receio, depois de ter dado o maior passo na sua vida, depois de ter assumido o seu coração?! Pensei e pensei que precisavas de espaço. E precisas mesmo, de espaço e de tempo. Resolveste as coisas fisicamente, racionalmente, mas emocionalmente ainda estás um pouco perdido. Desta vez, entre o que o passado te traz de carinhoso e de estável e o futuro que te faz borbulhar mas que é igualmente o desconhecido. Queres colo, queres dar colo e queres partir à descoberta. Uma grande confusão e ainda ficou maior, aí, nesse coraçãozinho sensível, com a reacção maravilhosa dela. Pensa apenas que já está feito, que foi feito o que devia ser, que foi óptimo que tivesse corrido tão bem e que por isso não tens que te sentir pesado mas feliz... É o sinal de que alguém anda na areia, contigo nos braços... Deixa-te ir, que vais bem, amigo. Um beijinho
De carlos a 1 de Agosto de 2007 às 13:31
Olá lua de sol!
è impressionante como as tuas palavras são magnificas,nem imaginas como espero e gosto dos teus comentários. São sinceros e compreendes-me bem. Faz-me bem e ajuda-me as tuas palavras,estou a ser sincero e não apenas simpático. Coisas que tens dito sobre mim e sem nos conhecermos, prova que és inteligente e que estás atenta, que não respondes apenas á espera que te devolvam a visita.
Um beijo grande de carinho e agradecimento.
De Lua de Sol a 1 de Agosto de 2007 às 14:07
Acabei de ver a teu comentário no meu blog e vim aqui espreitar, para ver se me tinhas deixado mais algum "recadinho"... Foi tão bom, fiquei muito contente e babada com estas tuas palavras. Um grande beijinho para ti. Agora, lá vamos sentir a falta da estupefacta...
De Genny a 1 de Agosto de 2007 às 11:39
Acho que já tens alguns conselhos bem bonitos no teu post. Se tiveres força para seguir alguns penso que será mais reconfortante organizar os teus sentimentos. Também cheguei à conclusão que estão várias pessoas a torcer pela tua felicidade. Não deixes de aparecer.
Um abraço.
De carlos a 1 de Agosto de 2007 às 13:34
Olá Genny, sim tens razão,tenho a felicidade de ter comentários espectaculares como são quem os escreve.e sinto bem que por aqui voces me acompanham e querem o meu melhor. Obrigado Genny pelo apoio.
Abraço
De carlos a 1 de Agosto de 2007 às 13:34
Olá Genny, sim tens razão,tenho a felicidade de ter comentários espectaculares como são quem os escreve.e sinto bem que por aqui voces me acompanham e querem o meu melhor. Obrigado Genny pelo apoio.
Abraço
De Daniela a 2 de Agosto de 2007 às 22:00
Ola Carlos!
Fico triste ao entrar no teu blog e ver que não estás bem...
Penso que nesta nova etapa da tua vida, ao inicio, é normal sentires-te assim...perdido, confuso...

Lembra-te sempre de uma coisa, o passado não o podemos mudar, mas o futuro, somos nós que o fazemos, por isso trata de o viver da melhor forma que conseguires!
Não olhes para trás, tomas-te uma opção (que penso ter sido a correcta..) por mais dificil que seja, vais ver que vais ultrapassar as consequencias que ela te pode ter trazido, e depois...depois serás feliz, Carlos! Vais ver que sim!

Um beijinho, e espero que as palavras e a vontade de escrever retomem depressa o lugar que ocupavam!
De carlos a 4 de Agosto de 2007 às 23:35
Sabes que mais Daniela, tu és linda,inteligente,querida,meiga,carinhosa,presente, atenta e muito madura.
Muito obrigado por estas palavras e sim em breve voltarei, são só uns dias, depois passa.
Um beijo grande
De Daniela a 5 de Agosto de 2007 às 22:16
oh...não sabes o quão bom é ler o que escreves-te!
Só não sei se mereço todas essas coisas que dizes de mim...e caso mereça, pena que nem todos pensem como tu...

E, acredita que se eu for todas essas coisas que tu dizes, tu és bem melhor!

Fico à espera que voltes então, fazes-nos (me) falta por aqui! É tão bom abrir o teu blog e ver que a vida te corre bem, que estás feliz!

beijinhos e obrigado por pensares todas essas coisas boas de mim, e por tudo!
De Lua de Sol a 3 de Agosto de 2007 às 13:07
Deixei-te uma "prendinha" no meu blog (3 de Agosto), passa por lá! Beijito
De Marta a 4 de Agosto de 2007 às 14:42
olá.. isto é uma invasão. Tudo a sorrir apesar do sol ameaçar torrar tudo o que é vivo. Sabes uma coisa? Se fossêmos todos iguais onde estaria o interesse? Quão monótona seria a vida.. É precisamente nas diferenças, na grandiosidade e diversidade de emoções que aprendemos o que nos falta. Portanto não te massacres com o que estás a sentir. Nínguém te disse que tinhas de ser de ferro ;)
Todas as coisas têm o seu momento de pausa. Incluindo a arte da escrita. Não fazer das coisas que sentimos um problema é o essencial.
Ah... também sei que falar é fácil. Mas, acredita em mim quando te digo que conheço tão bem "as coisas".
Beijo meu
De carlos a 4 de Agosto de 2007 às 20:47
Olá Marta e não senti que fosse uma invasão.
não sei o porquê, mas ao ler o teu comentário senti que nos conheciamos, será? Tens razão no que dizes e concordo,mas ás vezes não nos deixamos seguir pela razão...
Obrigado pela visita e tentei retribuir ao teu blog mas não dá para aceder.
Beijinho
De Marta a 4 de Agosto de 2007 às 22:25
Se nos conhecemos não sei.. mas o mundo é bem pequeno por vezes. Quem sabe? Ah.. também temos o direito de perder a razão de vez em quando claro, e como eu disse, é isso que torna os humanos interessantes e fantásticos. Saber ser tolerante para cada um deles é que é um feito ;)
Quanto ao meu blog... bem.. .. eu já o tive no sapo em tempos, e fechei. Decidi reabrir no blogspot por ter o privilégio de o manter fechado. No entanto é apenas até setembro. Embora estejam lá os meus leitores habituais se quiseres aceder,tenho todo o gosto em enviar-te o convite. Por isso, manda mail para citadel@sapo.pt e recebes o convite. Ou isso, ou esperas até setembro. Estás à vontade
Beijituu
De drink a 5 de Agosto de 2007 às 21:31
Ola RCarlos. (:

Acho que todos em algum momento da nossa vida, nos sentimos baralhados, uns por uma razão outros por outra.
O mais importante é conseguirmos separar as águas, e nadar na mais calma e que nos transmite mais felicidade.

Bjinho. Diana

Ps: Ando com pouco tempo para vir aqui, mas tenho vvisto que tb não tem apaecido.. quando voltará? ^^'
De carlos a 6 de Agosto de 2007 às 13:27
Olá Diana! Sim tenho estado um pouco afastado,por necessidade.Mas volto, com toda a certeza que sim.
Beijinhos e obrigado.
De Diogo Pereira a 6 de Agosto de 2007 às 16:47
Olá grande RCarlos! :)

Bem, escolhi-te para um desafio. Passa no meu blog! ;)

Comentar post

Se me querem conhecer
Os últimos...

Saudade!

Queria ter coragem!

Desencontrado Encontro!

Aconteceu e ...

Eu só quero!

...

Parabéns!

" Do Começo ao fim"

Devaneios...

Quando não existem palavr...

O que já lá vai...
quantos me visitaram
free hit counters
free hit counters
favorito

AMANTES

Queres encontrar algo?
 
eXTReMe Tracker