Segunda-feira, 20 de Agosto de 2007
Ouse!


   ( http://olhares.aeiou.pt/RosalinAfonso)


"Conta uma antiga lenda que, na Idade Média, um homem muito religioso foi injustamente acusado de ter assassinado uma mulher.

Na verdade, o autor do crime era pessoa influente do reino e, por isso, desde o primeiro momento procurou-se um "bode expiatório" para acobertar o verdadeiro assassino.

O homem foi levado a julgamento e o resultado seria a forca.

Ele sabia que tudo iria ser feito para condená-lo e que teria poucas chances de sair vivo desta historia.

O juiz, que também estava combinado para levar o pobre homem à morte, simulou um julgamento justo, fazendo uma proposta ao acusado que provasse sua inocência.

Disse o juiz:
- Sou de uma profunda religiosidade e por isso vou deixar sua sorte nas mãos do Senhor; vou escrever em um pedaço de
papel a palavra INOCENTE e noutro pedaço a palavra CULPADO.
Você sorteará um dos papeis e aquele que sair será o veredicto. O Senhor decidira seu destino, determinou o juiz.

Sem que o acusado percebesse, o juiz separou os dois papeis, mas em ambos escreveu CULPADO de maneira que, naquele instante, não existia nenhuma chance do acusado se livrar da forca.
Não havia saída. Não havia alternativas para o pobre homem.

O juiz colocou os dois papeis em uma mesa e mandou o acusado escolher um.

O homem pensou alguns segundos e pressentindo a vibração, aproximou-se confiante da mesa, pegou um dos papeis e
rapidamente colocou-o na boca e o engoliu.

Os presentes ao julgamento reagiram surpresos e indignados com a atitude do homem.

- Mas o que você fez ? E agora ? Como vamos saber qual seu veredicto ?

- É muito fácil, respondeu o homem.
- Basta olhar o outro pedaço que sobrou e saberemos que acabei engolindo o seu contrário.

Imediatamente o homem foi libertado.

Mensagem: Por mais difícil que seja uma situação, não deixe de acreditar e de lutar até o ultimo momento.

USE A CRIATIVIDADE!
QUANDO TUDO PARECER PERDIDO.
OUSE!!"

Fênix Faustine

publicado por carlos às 17:20
link do post | Diz algo | favorito
|
8 comentários:
De Lua de Sol a 20 de Agosto de 2007 às 18:08
Adorei a história!
Faz-nos perceber que devemos ter sempre esperança, mesmo que não pareça haver saída. Muito optimista!
De carlos a 25 de Agosto de 2007 às 19:25
Pois é , optimista mesmo, eu também adorei e daí a publicar.Nunca nada está perdido, podemos e devemmos dar a volta.
Beijinho
De N a 21 de Agosto de 2007 às 13:10
Pois é, amigo...
por vezes temos mesmo que engolir sapos... mas a compensação é grande!!!
De carlos a 25 de Agosto de 2007 às 19:26
Olá N, estamos desencontrados. Sim mas o importante é o depois de os engolir, a tal compensação.
Beijo
De Emanuela a 21 de Agosto de 2007 às 18:53
As injustiças, os perigos estão sempre no nosso dia a dia... é preciso estar atento porque muitos há que vivem só para fazer o mal. Se não estivermos amparados em algo maior, é muito fácil sermos pegos em armadilhas como a da história.É preciso que tenhamos muito bom ânimo para poder acreditar até o fim.E há tempos em que isto nos parece quase impossível. Ainda bem que tudo passa. Um beijinho!
De carlos a 25 de Agosto de 2007 às 19:27
Pois é, infelizmente existe a maldade, a falta de caracter, mas como pessoas de bem que somos, conseguimos ser mais fortes.
Beijinhos
De daplanicie a 22 de Agosto de 2007 às 11:17
Que história fantástica! Gostei muito da mensagem transmitida por ela, de que nunca devemos dar as coisas por perdidas sem antes fazermos tudo o que podemos para as conservar. Um beijinho com amizade
De carlos a 25 de Agosto de 2007 às 19:28
è isso mesmo, nunca nada está perdido, é assim que temos de pensar, por muito que seja dificil.
Beijinho e obrigado

Comentar post

Se me querem conhecer
Os últimos...

Saudade!

Queria ter coragem!

Desencontrado Encontro!

Aconteceu e ...

Eu só quero!

...

Parabéns!

" Do Começo ao fim"

Devaneios...

Quando não existem palavr...

O que já lá vai...
quantos me visitaram
free hit counters
free hit counters
favorito

AMANTES

Queres encontrar algo?
 
eXTReMe Tracker