Quinta-feira, 13 de Setembro de 2007
A minha Decisão!

 (  foto de http://olhares.aeiou.pt/Dion )

 

Foram muitos dias a pensar, reflectir e conversar.

Há pouco mais de um mês atrás tomei a decisão mais dificil que alguma vez tive que tomar, cominiquei á munha mulher, á M, que era homossexual e que por isso queria a separação.

Essa separação aconteceu, de uma forma amiga e com muita compreensão da parte dela.

Na altura fui sincero, falei de coração aberto e também lhe disse que a tinha traido.

Passadas algumas semanas, a distância começou a ser dolorosa, comecei a questionar tudo, sabia que a continuava a amar como sempre, que o amor que tinha por ela era forte e enorme.

Os dias começaram a ser cada vez mais dificeis, uma dor insuportável, as saudades enlouqueciam-me. Voltamo-nos a aproximar, a estar juntos, a conversar sobre nós,sobre os nossos 16 anos juntos.Comecei a pensar que afinal não tinha tanta a certeza do que tinha feito, eu amo-a, sinto-me bem com ela, mas por outro lado existia a minha orientação sexual.

Durante as duas ultimas semanas estivemos sempre juntos, acompanhei-a na procura e escolha da sua nova casa, fomos sair juntos, só os dois várias vezes, e que bem que me soube, as saudades que tinha.

Eu amo-a e ela ama-me! Isto é uma certeza!

Ontem depois de tantas conversas, decidimos dar uma hipótese ao nosso casamento, achámos que 16 anos de vida em conjunto mereciam, e ainda mais com tanto amor entre nós.

Chamem-me louco, irresponsável, imaturo, o que quiserem, mas tinha que tentar, não consgui abrir mão assim de uma forma tão fácil e sem lutar.

Sabemos os riscos que corremos, sabemos que poderá não resultar, mas pelo menos desta vez será diferente, não existem segredos entre nós, estamos com o coração mais aberto e cheios de amor e compreensão e acima de tudo preparados para que se não resultar teremos mesmo que seguir caminhos diferentes.

Vamos tentar, pelo amor que nos temos, pela cumplicidade de tantos anos, pela felicidade e bons momentos que tivemos ao longo de tantos anos. Não desistimos assim de uma forma fácil do nosso amor, da nossa história de amor, que desde o inicio foi linda,sincera,cumplice e sempre mas sempre com amor.

Estou mais calmo agora, mais aliviado, o desespero de não saber o que queria e o que fazer desapareceram. tomei uma decisão se vai ser a melhor não sei, mas é a decisão que achei neste momento mais correcta.

Sei que não vai ser fácil, em pouco tempo criamos alguns fantasmas, mas sabemos quais são e é bem mais fácil de os combater.

Mesmo que não resulte, fico com a consciencia mais tranquila, não desisti do amor!!

A todos os que me acompanharam aqui e alguns não só por aqui, quero agradecer, foram sempre uma companhia agradável, um apoio que não esperava, sempre com uma palavra amiga.

Não vou deixar de escrever, mas neste momento com conteudos bem diferentes dos ultimos, mas sempre vou dando noticias e vou acompanhar mais os blogs dos meus amigos, que tão ausente tenho estado.

Beijos e abraços para todos e obrigado, e já agora rezem por nós, para que dê certo mas principalmente para que sejamos felizes, juntos ou separados, é o que mais quero.

 

Eu estou: feliz e ansioso
publicado por carlos às 01:35
link do post | Diz algo | favorito
|
45 comentários:
De Raquel a 13 de Setembro de 2007 às 09:40
olá Rcarlos, não sabes como fico feliz por vocês. Acredita que torci muito para que isso acontecesse, não só eu, penso que mais pessoas!
Espero que tudo corra bem!Muitos beijinhos
De carlos a 13 de Setembro de 2007 às 17:03
Olá Raquel!
Agradeço.te as palavras, como digo no texto, não sei neste momento se é a decisão certa, mas sei que é o que queremos, tentar, por tudo o que vivemos, ambos sabemos as dificuldades e os riscos, mas tenho de ter a certeza.
Obrigado e beijinhos.
De Raquel a 13 de Setembro de 2007 às 17:24
Sabes o simples facto de ela te aceitar significa que te ama. Porque acho que nem todas as mulheres agiriam dessa forma.Beijinhos
De carlos a 13 de Setembro de 2007 às 17:45
Sim tens toda a razão, depois do que lhe contei, da traição, ela querer uma nova tentativa, só pode mesmo amar-me, isso eu tenho a certeza!
De Genny a 13 de Setembro de 2007 às 10:37
Olá querido amigo!
Tocaste num ponto lindo neste teu post magnifíco: honestidade. Já antevia este desfecho ao ler os teus posts anteriores, porque apesar da tua orientação sexual dava para ver que sentias falta de quem realmente amas. Sendo assim, e apesar de não ter o direito de o pedir, gostava que a partir de agora fosses honesto para com a tua mulher e também contigo. Apende a viver um dia de cada vez.
Felicidades e um grande abraço.
De carlos a 13 de Setembro de 2007 às 17:05
Olá Genny, sim a honestidade nesta nova fase tem que estar sempre presente, agora mais do que nunca.Não sei o que vai acontecer, é o que tenho dito a unica certeza que tenho é que a amo e muito e que senti muito a falta dela.Honesto garanto-te que vou ser comigo e com ela, isso é certo.
Obrigado e beijinho
De Luar_Amigo a 13 de Setembro de 2007 às 11:36
Olá miúdo. Ao contrário dos comentários anteriores, não concordo com esta tua decisão. Desculpa, mas a Meu ver, existe vários tipos de amor, e o que dás a entender que sentes pela tua mulher, é um amor de amigo. O que vai acontecer, é que vais sentir a falta do outro lado, e aí, vais voltar a trair a tua mulher e eu pergunto: não seria melhor cada um de voçês seguirem o vosso caminho e continuarem uma boa amizade? Não estarás tu a impedir que realmente a tua mulher seja amada por alguém que a veja como tal, para além de amiga?.
É que na minha opinião, tu não consegues caminhar sozinho e por isso preferes viver uma fachada a enfrentar a realidade.
Lembra-te de que não é justo nem para ti nem para a tua mulher viver esta situação.
Mais uma vez reforço o meu pedido de desculpas, mas como teu amigo devo alertar-te para a situação que futuramente pode acontecer e só quero evitar uma catástrofe psicológica para voçês os dois.


Abraço :)
De Madalena a 13 de Setembro de 2007 às 12:35
Luar amigo, antes de mais desculpa as palavras que te vou deixar, agora tu não tens de concordar ou deixar de concordar com a decisão que ele tomou.
Já amas-te alguém de verdade?
Dos posts que tenho lido aquilo sempre tive a certeza que ele iria voltar para a mulher, se calhar e vamos encarar isto que vou dizer na boa..."quis experimentar o desconhecido", justo?
Ele ama- a de verdade!Nota-se.Vão ser muito felizes
Fica bem
De carlos a 13 de Setembro de 2007 às 17:14
Olá Madalena, essa é a minha certeza eu amo-a e ela a mim. Não sei o futuro daí chamar a esta nossa reconciliação uma tentativa, não podia desistir assim de uma forma gratuita.
Beijinho
De Luar_Amigo a 14 de Setembro de 2007 às 00:54
Madalena. Deixe que lhe diga que posso ou não concordar com a atitude dos meus amigos, visto vivermos num País DEMOCRÁTICO e preocupar-me com os MEUS AMIGOS, pois não servem só para lhes passar a mão cabecinha e dizer que está tudo bem sem expressar a nossa opinião, tal como é o caso do RCARLOS que tenho como um AMIGO. Quanto ao amar alguém, desculpe, mas não me parece que tenha de lhe responder a essa questão, visto só a mim dizer respeito.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Madalena. Deixe que lhe diga que posso ou não concordar com a atitude dos meus amigos, visto vivermos num País DEMOCRÁTICO e preocupar-me com os MEUS AMIGOS, pois não servem só para lhes passar a mão cabecinha e dizer que está tudo bem sem expressar a nossa opinião, tal como é o caso do RCARLOS que tenho como um AMIGO. Quanto ao amar alguém, desculpe, mas não me parece que tenha de lhe responder a essa questão, visto só a mim dizer respeito. <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>Bjnhs</A>
De carlos a 13 de Setembro de 2007 às 17:08
Olá jorge, até podes ter razão não sei, sei que trair não vou, pois se isso passar pela minha cabeça é porque realmente não vale a pena insistir no casamento, vou ser sincero e honesto sempre. O que sinto tenho a certeza que não é amizade, é mesmo amor de homem para mulher.Eu amo-a muito, esta é a minha certeza de momento.Mas também sei e ela também, que não vai ser fácil, daí estarmos de mente e coração aberto para as dificuldades e chamar-mos a esta nossa reconciliação uma tentativa.Espero muito sinceramnete e tudo o farei para que dê certo, mas se assim não for, estamos conscientes de que não desistimos um do outro de uma forma fácil e gratuita, lutámos.
Obrigado.
De Luar_Amigo a 14 de Setembro de 2007 às 00:40
Independetemente da minha opinião, como amigo, o que importa é a tua felicidade. Estás feliz? Então também estou...


Abraço :)
De Madalena a 14 de Setembro de 2007 às 10:07
olá Luar amigo, deste seu comentário saiu algo de bom, está feliz por um amigo, isso é que importa.
Sim todos temos direito a dar a nossa opinião , mas julgo que o Rcarlos é que sabe se tomou a decisão certa ou não, como amigos temos de apoia-lo.
De carlos a 14 de Setembro de 2007 às 13:46
Eu sei que sim, o mais importante é a nossa felecidade seja ela juntos ou separados, neste momento torço para que seja juntos.
Abraço
De R. a 17 de Setembro de 2007 às 00:15
Concordo inteiramente com o luaramigo ........acho que é uma fuga....é um não saber estar só e não saber lidar com a perda de alguém que já foi nosso... Mas esta decisão não me surpreende.....sem pre equacionei-a....por isso e pela primeira vez fica aqui o verdadeiro motivo porque me afastei de ti ( Rcarlos ) o receio e quase certeza desta tua atitude. Desejo-te as maiores felicidades e gostaria de um dia falar ctg !
Conselho de amigo:deixa a tentação!

Abraço
R.
De carlos a 17 de Setembro de 2007 às 19:45
Olá R, estas tuas palavras não foram muito agradaveis, por virem de ti. Não é uma fuga, e muito menos o não saber estar só, não me conheces assim tão bem. Eu não fujo, eu enfrento os meus problemas de frente e já provei para mim mesmo isso, que é a quem tenho de provar.Além de tudo é tudo menos fuga, é uma luta, estou a lutar pelo meu amor, pelo amor da minha vida, que agora redescobri, e que tenho a certeza que é com a M que eu quero estar e ser feliz, mas também te digo que não está a ser fácil e não por mim, pois eu tenho a certeza do que quero, mas por ela, não é facil aceitar uma traição.Pode não resultar mas lutar pelo amor eu luto, não desisto.
Quanto ao verdadeiro motivo para te afastares de mim, foi este???? Não achei nada normal teres-me dito isto, esqueceste-te do que me disseste na altura? eu não!Lamento este teu comentário, não esperava vindo de ti. Não percebi o conselho de deixar a tentação? Qual tentação?
Fica bem, abraço.
De R. a 18 de Setembro de 2007 às 14:16
Olá rcarlos!
não podemos na vida dizer só aquilo que não magoa os outros.....temos de dizer o que sentimos. eu no meu comentário fui sincero e reflecte também um pouco da mágoa de teres desaparecido sem dares notícias nos últimos tempos. eu como teu amigo respeitaria a tua decisão pois nem ficaria surpreendido com a mesma. Acho estranho um homem ser homosexual e gostar da sua mulher da qual esteve os últimos anos afastado...mas é possível!Desejo-te as maiores felicidades e volto a dizer que um dia gostava de falar ctg!Afinal acho q dei sempre o meu apoio e ajudei quando precisaste.

Abraço
De carlos a 18 de Setembro de 2007 às 23:43
Este jogo de palavras não nos leva a lado algum. Eu não quero que me digam o que quero ouvir, eu não sou assim, mas também não quero que me digam as coisas á medida que mais lhes convem, disseste uma coisa há tempo atrás sobre o nosso afastamento, uma coisa bem séria e por muito que me doesse na altura eceitei e respeitei e mantive-me presente, agora dizes outra.Em relação ao amar a minha mulher ou não, eu não tenho duvidas que a amo, sempre o disse mesmo antes da separação, mas depois tive a certeza que além de a amar sisnto falta dela, preciso dela para ser feliz, daí esta minha decisão de uma tentativa, nada é certo, apenas estamos a tentar. Em relação ao ser homossexual, como sabes que sou? Nem eu sei neste momento, daí recorrer ajuda para me conhever finalmente, não julgues por favor o que não conheces. E mais uma vez repito que as tuas palavras me surpreendem, e essa mágoa por me afastar, tens que compreender, todos têm que compreender, senti necessidade, apenas isso.
Abraço, e sim haveremos de falar, não deixei de te considerar meu amigo.
De Estupefacta a 13 de Setembro de 2007 às 14:14
Olá RCarlos
Pois é amigo, há coisas que não se podem explicar. O sentimento de perda faz-nos equacionar muitas coisas. Fosse qual fosse a tua decisão, eu estarei do teu lado.
Um grande beijinho meu e da Maria
De carlos a 13 de Setembro de 2007 às 17:10
Olá amiga, sim não consigo explicar nada, apenas que a amo e que sinto a falta dela, de nós.E sei que vale a pena tentar, pelos anos todos que tivemos, vale mesmo a pena.
Sei que estás sempre presente, sei que posso contar contigo.
Uma coisa é certa, estou mais calmo, não estou desesperado e perdido, como andava nestes ultimos dias.
Beijos para ti e para a Maria, gosto muito de vocês.
De Estupefacta a 14 de Setembro de 2007 às 18:10
E Nós de ti!
De nofimdoarcoiris a 13 de Setembro de 2007 às 14:21
Não posso dizer-te mais nada a não ser que me sinto muito feliz por ti (e por ela também)!
Um grande beijo
De carlos a 13 de Setembro de 2007 às 17:11
Não precisas dizer mais nada, sentires-te feliz por nós é muito bom, a tua presença assidua, as tuas palavras sempre me fizeram bem.
Obrigado.
De CARPE DIEM a 14 de Setembro de 2007 às 07:10
o amor vai sair vitorioso! força a ambos
De carlos a 14 de Setembro de 2007 às 13:47
Essa é a minha grande aposta, no amor.
Obrigado
De Raquel a 14 de Setembro de 2007 às 13:51
Olá RCarlos , espero que estejas em plena lua de mel, aproveita bem.
O passado fica para trás o que importa é o que vem daqui para a frente. Tudo de bom.
Beijinhos
De carlos a 14 de Setembro de 2007 às 14:04
Obrigado Raquel, não é bem uma lua de mel, mas para lá caminha.
Esse é o meu maior desejo tentar não só eu mas a M também conseguir deixar o passado bem lá trás, é a parte mais dificil, por enquanto.
Mas existe muito amor, que é o mais importante.
Obrigado pelas tuas palavras e incentivo.
Beijinhos
De Marta a 15 de Setembro de 2007 às 10:59
:)

Só sabemos se erramos ou não depois de o ter aprendido. E aí é que reside a beleza da vida ; a incerteza. Não vale a pena portanto massacramo-nos com ela porque não encontraremos aí a resposta. As respostas virão por si, a cada novo dia da nova vida que resolvemos escolher.

Beijo grande e tudo de bom para ambos.
De carlos a 15 de Setembro de 2007 às 14:35
Olá Marta, podes não acreditar mas esperava um comentário teu, gosto do que tens para me dizer,sempre.
Sim é uma incerteza e agora dia a dia vamos ver o que é melhor para ambos.
Obrigado pelas palavras
Beijinho
De Marta a 15 de Setembro de 2007 às 22:23
Sei que não sou tão assíduia quanto os teus amigos que já tens aqui há mais tempo, mas acredita que passo sempre que me é possível. Sobretudo tenho gosto em ver que te vais sentido melhor e mais positivo e isso.. hidrata-me a alma, vá se lá saber porquê ;)
beijo e "põe-te feliz", sempre
De ladybug a 17 de Setembro de 2007 às 00:09
Caindo na tentação do comum, "tudo vale a pena quando a alma não é pequena". Neste caso em concreto, se vos une tanto amor. Aprende-se a gostar das pessoas como elas são... Fazem-se escolhas. Arrisca-se. Eu sou a favor de arriscar pelo Amor. Triste aquele que nunca Amou... Com tudo o que vos une, mais do que separa, honestidade, respeito, amizade, cumplicidade, Amor... desejo-vos tudo de bom.

Beijinho,

Joana
De carlos a 17 de Setembro de 2007 às 19:51
Olá joana, claro que concordo, o amor que tenho por ela é mesmo enorme, e estou a lutar para que tudo corra mesmo bem, é o que mais quero.
Espero que se concretize.
Obrigado
Beijinho
De Jorge a 17 de Setembro de 2007 às 07:28
Olá Miudo

Penso que neste momento a minha opinião, seja ela qual for, pouco importa, por isso só quero deixar aqui o meu abraço sincero e voltar uma vez mais a recordar-te que seja lá o que for que o futuro te reserva, eu continuarei a ser SEMPRE o mesmo rapaz que tem o telefone sempre ligado para ti, que é um bom ouvinte e principalmente que tem sempre um ombro disponivel...

Tal como já te disse anteriormente, definitivamente tu és um clone meu e por isso acredita que do fundo do coração, te(vos) desejo TUDO DE BOM e acredita que ficarei a torcer por ambos para que tudo corra bem...

Um Big Abração Apertado
De carlos a 17 de Setembro de 2007 às 19:49
Olá! Eu sei que sim, que torces por mim, e se o melhor é eu estar com a M, que também torces por nós. ès um bom amigo, és uma boa pessoa.
Nunca me esqueço das boas pessoas e das que nos piores momentos não fogem, muito pelo contrário, aproximam-se e preocupam-se.
Obrigado por existires e por me teres deixado conhecer-te.
Abraço

Comentar post

Se me querem conhecer
Os últimos...

Saudade!

Queria ter coragem!

Desencontrado Encontro!

Aconteceu e ...

Eu só quero!

...

Parabéns!

" Do Começo ao fim"

Devaneios...

Quando não existem palavr...

O que já lá vai...
quantos me visitaram
free hit counters
free hit counters
favorito

AMANTES

Queres encontrar algo?
 
eXTReMe Tracker