Domingo, 12 de Abril de 2009
Declaro...

Quantas vezes te procurei?
Não sei, não contei.
Não percebia que te procurava.
Queria-te sem saber,
Amava-te sem querer.
Sentia-te meu,  quero-te meu.
Sei que mais do que tudo,  quero-te comigo.
Quero- te ver feliz nas minhas manhãs,
Ver o teu despertar, os teus olhos encontrando os meus.
A tua boca deixando-me sentir o teu primeiro gosto,
Teu hálito quente e teu cheiro de sono.
Quero-me misturar com o teu sonho,
Sem saber ao certo se já desperto,
Ou se te envolvo nos meus encantos,
Em nosso desejo macio e branco,
Perdido e surpreso de tão intenso.
Sentir o teu suspiro ao meu toque,
Beijar o teu corpo e ouvir teus gemidos,
Assim te quero, menino, perdido... 
Quero-te e  chamo-te, sem mais...
Simplesmente  abraço-te,
E deixo a minha mão na tua,
Na calma de dois em um só.
Porque já te encontrei,
Porque tu sempre fizeste parte de mim,
E por um querer do destino,
A nossa união teve o tempo certo para acontecer.
E sei quem és. Tu sabes de mim.
E deste momento em diante o nosso caminho funde-se,
Mesmo sem saber ao certo por onde andaremos,
Mas com uma certeza.

Nosso caminho é directo,
Nosso futuro é concreto.
Nosso destino, a felicidade!

publicado por carlos às 00:01
link do post | Diz algo | favorito
|
2 comentários:
De MIGUXA a 16 de Abril de 2009 às 18:11
RCarlos,

meu doce amigo, que saudades das tuas palavras plenas de emoção...

Está linda a tua declaração, és um poeta, um poeta apaixonado...

Beijos com muito carinho
Margarida
De F il i p a a 10 de Março de 2010 às 23:41
Adoro este post :)
Já adicionei aos favoritos ;)

Comentar post

Se me querem conhecer
Os últimos...

Saudade!

Queria ter coragem!

Desencontrado Encontro!

Aconteceu e ...

Eu só quero!

...

Parabéns!

" Do Começo ao fim"

Devaneios...

Quando não existem palavr...

O que já lá vai...
quantos me visitaram
free hit counters
free hit counters
favorito

AMANTES

Queres encontrar algo?
 
eXTReMe Tracker