Sábado, 3 de Julho de 2010
Carta de amor V

Leandro estás distante,mas estás na minha vida, no meu coração na minha mente!

Digo-te que sou o mesmo,talvez não exactamente o mesmo, um pouco diferente, amo-te ainda mais, desejo-te cada vez mais.

Espero que ao ler esta carta sintas como se ouvisses a minha voz a dizer bem baixinho, ao teu ouvido, palavras que gostarias de ouvir.
Digo que és o homem mais lindo do mundo, mais querido, mais amado e desejado.

É difícil traduzir em palavras todo o amor que sinto por ti. Quando estou a pensar em ti, vejo com os olhos da alma, vejo toda a tua cativante figura e sinto que o nosso distanciamento não tem sentido.
Quando estou longe de ti, parece que o tempo não passa, os dias são muito longos, as noites muito tristes. Sinto que a tua ausência é meu maior mal. Não queiras saber a angústia que sinto agora. Eu não quero mais esta dor.
O amor é mesmo assim, um grande prazer que nos deixa embriagados. É difícil suportar a distância. Estamos separados sem sentido!
O meu sonho é só um, estar novamente junto de ti, abraçar-te e beijar-te, com o mesmo ardor de sempre.

Como eu te amo! Como eu te quero! Como eu te espero...

 

Carlos

 

publicado por carlos às 02:29
link do post | Diz algo | favorito
Quinta-feira, 1 de Julho de 2010
Espero-te...

                                   Foto by olhares.aeiou.pt/britoaventura

 

Estou a guardar o que de bom há em mim para te dar no dia em que tu chegares.
Toda a ternura, todo o meu amor estou a guardar para te dar...
Todas as vezes que tu me beijares, a minha vida quero-te entregar.

Em cada beijo certo vou ficar que tu não me vais deixar.
Grande demais foi sempre o nosso amor, mas o destino quis nos separar.

Mas agora que está perto o dia de tu regressares, o que há de bom vou-te entregar.

Só vejo a hora de chegares para todo o meu amor poder mostrar.

Mas quando eu de perto te olhar  não sei se vou conseguir falar...
Amo-te, desejo-te, quero-te, espero-te!

publicado por carlos às 23:45
link do post | Diz algo | favorito
Quarta-feira, 6 de Junho de 2007
Eu!

E cá estou eu mais um dia.....

Um dia que não foi de muito trabalho, até descansei um pouco.

Um dia em que o iniciei com boa disposição, acordei bem, mas á medida que as horas íam passando, ficava menos bem, sem saber porquê!

Talvez seja esta indefinição de vida que neste momento atravesso, á espera que o tempo passe, aliás corra! É deve ser por isso que fico assim, menos disposto!

Enfim já falta pouco e depois espero ter menos dias assim!

Como devem estar a perceber até a vontade de escrever é escassa e as palavras também o são.

Até mais logo!

Eu estou: Assim, assim!
tags: ,
publicado por carlos às 18:50
link do post | Diz algo | favorito
Sábado, 2 de Junho de 2007
Á Espera!

Á espera é assim que eu estou! Completamente parado, á espera do que sei, quero e anseio que vai acontecer.

Mas é uma espera com muita ansiedade e angustia!

Parecendo por vezes que vivo no limite e que não vou aguentar tal espera, e deixar ou provocar o acontecimento para o imediato!

Sei que não é o mais correcto, mas esta espera em nada serve para mim, apenas penso em outra pessoa, em não a prejudicar mais do que  já o vou fazer!

E é justo aguentar, sofrer ser infeliz em prol de outra pessoa?

Sei que esta espera pode atenuar um pouco o fim de uma parte de vida que vou fazer, se serve para atenuar, talvez valha a pena a tal espera!

Conto os dias, os minutos, os segundos com a ansiedade que tenho pelo meu recomeço, queria que o fosse já mas não posso, não devo, devo sim aguentar o que para mim tinha prometido.

Não posso faltar a essa promessa, afinal esperei anos para que isto acontecesse porque não esperar mais uns dias?

Eu estou: parado
O que ouço: silêncio
tags: ,
publicado por carlos às 19:15
link do post | Diz algo | favorito
Se me querem conhecer
Os últimos...

Carta de amor V

Espero-te...

Eu!

Á Espera!

O que já lá vai...
favorito

AMANTES

Queres encontrar algo?