Quinta-feira, 15 de Julho de 2010
Apenas teu!

 


Apenas Teu...
No teu corpo quero sobrevoar em ânsias de desejos.
Quero dentro de ti me refugiar como num baú com segredos.
Quero ser teu dia e a tua noite.
Quero ser teu. Apenas teu.
E nas asas abertas do tempo, á tua espera, momento fugaz...

Atravessar o portal do ontem e do hoje, entrelaçar com o amanhã em labaredas ao vento.
Ser, ter, querer... meu, só meu.
Tu o baú do tempo.
Eu, teu tesouro do destino.
Sinto-me como se fôssemos apenas letras soltas que se desfazem sopradas nos sussurros mordidos nas peles suadas pela paixão...
Que se desfazem com o tempo... ao vento.
Queres-me como te quero?
Desejo-te desfalecido nas entranhas da minha carne.
Só assim serás meu... apenas meu.

 

 

publicado por carlos às 18:07
link do post | Diz algo | O que dizem (3) | favorito
Se me querem conhecer
Os últimos...

Apenas teu!

O que já lá vai...
favorito

AMANTES

Queres encontrar algo?